Ministério do Trabalho proíbe demissão do empregado que optar por não se vacinar.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
vacina-3-868x644

A portaria 620, publicada no dia 01/11/2021, válida tanto para órgãos públicos quanto para privados, agora proíbe a demissão de funcionários que não se vacinaram. Segundo o Ministro Onyx Lorenzoni, a tese que sustenta a portaria é a de que a decisão de tomar ou não a vacina é particular, protegendo, assim, o livre-arbítrio do trabalhador. De acordo com a portaria, é uma prática discriminatória a “obrigatoriedade de certificado de vacinação em processos seletivos de admissão de trabalhadores, assim como a demissão por justa causa de empregado em razão da não apresentação de certificado de vacinação”.

Para o advogado Sérgio Vieira, a portaria firma o posicionamento do Governo Federal sobre um tema sensível: “O Governo se posicionou de forma contrária a decisões judiciais recentes e a favor do livre arbítrio do empregado”.  Com a medida, nas ocasiões em que o empregado for afastado ou não contratado por conta da não vacinação, a portaria dá a ele o poder de escolha entre ser reintegrado ou receber o dobro de remuneração referente ao período de afastamento da empresa.

Compartilhe
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp

Deixe seu comentário

Assine nossa news e mantenha-se ATUALIZADO
Siga nossas redes sociais

Slide QUERO TURBINAR MINHA PRODUÇÃO ACADÊMICA Prof. Maiquel Wermuth

Turbine seu currículo lattes;
Tenha sucesso no seu tcc;
Alcance mais autonomia e produtividade;
Evite estresse, frustrações e perda de tempo;

Artigos

Enviar mensagem
Precisa de ajuda?
Precisa de ajuda?